Medos e Dúvidas que Envolvem a Cirurgia de Catarata

Medos e Dúvidas que Envolvem a Cirurgia de Catarata

Medos e dúvidas que envolvem a cirurgia de catarata.

A catarata é uma doença ocular que afeta cerca de sete milhões de brasileiro. Catarata tem cura e este problema pode ser resolvido com uma cirurgia que têm poucos riscos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a catarata é a principal causa de cegueira no mundo, no entanto, este número pode mudar se ampliarmos o acesso das pessoas a uma das cirurgias com maior número de procedimentos e taxas de sucesso.

O que é a catarata?

A catarata é uma doença causada pela diminuição da transparência da principal lente de nossos olhos, o cristalino. Essa perda da transparência, ou opacificação, causa diminuição da qualidade visual, embaçamento da imagem formada nos olhos, diminuição da percepção de cores, sensação de estar envolto em uma cortina de fumaça, somente par citarmos alguns sintomas.

Se não tratada, a catarata aumenta o risco para desenvolvimento de outras complicações, como necessidade de adequação constante do grau dos óculos, chance aumentada de desenvolvimento de glaucoma (segunda maior causa de cegueira no mundo), possibilidade de surgimento de estrabismo, além dos riscos associados à perda da sensibilidade da visão

Como é o tratamento da catarata?

Atualmente, o tratamento definitivo para a catarata requer a realização de uma cirurgia para remoção do cristalino doente e reposição por uma lente sintética. Com este procedimento, o problema é resolvido em definitivo e sem chance de voltar.

Com a evolução do conhecimento médico-científico e da tecnologia, hoje a cirurgia de catarata é um procedimento rápido, com alto nível de segurança e excelentes taxas de sucesso. Entretanto, para garantir que o resultado da cirurgia corresponda às expectativas do paciente, é preciso que seja escolhido um profissional com experiência e um centro cirúrgico com reconhecida qualidade. Além disso, as recomendações médicas no pós-operatório precisam ser seguidas à risca.

Principais medos e dúvidas sobre a cirurgia de catarata.

O que pode acontecer se eu não operar?

A catarata é uma doença progressiva. Com o passar do tempo a visão se deteriora e podem surgir outros problemas, por isso, havendo boas condições de saúde, não há motivo para adiar a cirurgia.

Corro o risco de ficar cego?

Como dissemos, esta é uma cirurgia que vem sendo realizada com altas taxas de sucesso já por várias décadas. Com o conhecimento acumulado pelos médicos neste período, podemos dizer que as chances de uma complicação como esta são extremamente baixas. Se o profissional for bem escolhido, o centro cirúrgico tiver as condições adequadas e os cuidados no período após a cirurgia forem tomados, esta não deve ser uma preocupação que te faça adiar a realização do procedimento.

A cirurgia de catarata dói?

Não. O procedimento é realizado com anestesia local, por isso o paciente fica acordado e consciente o tempo todo, mas não sente nenhuma dor. Em alguns casos, como pacientes com distúrbios do movimento ou pessoas com déficits cognitivos e que tenham dificuldade em colaborar durante o procedimento, pode haver a necessidade de sedação, mas cada caso deve ser avaliado individualmente.

Quanto tempo leva a cirurgia de catarata?

A cirurgia de catarata costuma ser bastante rápida. O procedimento não costuma levar mais do que vinte ou trinta minutos e o paciente pode se liberado para ir embora em poucas horas. Se a cirurgia for realizada de manhã cedo, o paciente pode conseguir ir almoçar em casa.

Já tenho mais de oitenta anos, posso operar da catarata?

Sim, você pode operar. Pacientes com mais idade precisam de acompanhamento mais cuidados por conta de outras doenças que o paciente possa apresentar, mas se a saúde geral estiver bem, se a avaliação pré-cirúrgica indicar que não há risco iminente relacionado à anestesia e se doenças como diabetes e hipertensão estiverem controladas, seu médico pode recomendar a cirurgia mesmo em idade mais avançadas.

Tenho catarata nos dois olhos. Posso operar os dois em uma cirurgia só?

O recomendado é que a cirurgia seja feita um olho por vez. Primeiro opera-se o olho com a catarata mais avançada, aguarda-se o tempo de recuperação e o outro olho pode ser operado.

Em quanto tempo minha visão volta ao normal?

É muito comum o paciente se emocionar bastante assim que sai da cirurgia porque o resultado é imediato, mas há um período de recuperação que pode variar de acordo com as condições particulares do paciente, mas o esperado é que dentro de quinze dias seja possível retomar a normalidade das atividades diárias.

Pacientes idosos, diabético, hipertensos ou com outras condições, podem necessitar de um tempo maior de atenção na recuperação, mas isso deve ser avaliado caso a caso nos retornos ao seu oftalmologista após a cirurgia.

Fiz a cirurgia de catarata. Posso dirigir?

Você poderá dirigir normalmente assim que passar o período de recuperação recomendado pelo seu médico. Normalmente, em quinze dias você poderá voltar a dirigir, mas sempre observe a recomendação médica.

E as demais atividades, exercício físico, sexo, consumo de álcool?

Outras atividades como a realização de exercício físico, relações sexuais, movimentos bruscos com a cabeça, consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo precisam ser evitadas durante a recuperação, mas uma vez que a cicatrização esteja finalizada, seu médico deverá liberar para que você retome sua vida como antes.

Você tem o diagnóstico para catarata ou suspeita que possa ter? Não deixe o tempo passar.

Podemos ajudar. Clique aqui e agende sua consulta.

Fale conosco