Exames Oculares

Aberrometria (OPD Scan)

Exame que avalia as possíveis irregularidades ópticas e que podem comprometer a visão.

Indicado para avaliação de pacientes que, mesmo com uso de correção óptica (óculos e lente) não conseguem obter boa qualidade de visão. Também é indicado no pré e pós-operatório de cirurgias refrativa e catarata, bem como estudo da córnea.

É um exame de não contato, indolor e rápido.

Biometria

É o exame que calcula o grau da lente que será implantado no ato da cirurgia de catarata. Quando o cristalino (estrutura do olho semelhante a uma lente) é retirado na cirurgia, ele deve ser substituído por uma lente artificial de material compatível com o olho.

Biomicroscopia

Exame realizado de rotina, através de um sistema de biomicroscópio onde é possível analisar as estruturas oculares (conjuntiva, córnea, humor aquoso, cristalino) e com auxílio de uma lente (nervo óptico, vasos da retina e retina). Exame rápido e indolor.

Capsulotomia Nd YAG laser

Exame realizado com laser Nd: YAG laser, indicado principalmente para tratamento de opacidade capsular no pós-operatório de catarata.

Em alguns casos a cirurgia de catarata pode evoluir para uma opacidade em uma região do olho chamada de cápsula posterior, na qual a lente intraocular está apoiada. Essa opacidade evolui com piora na visão após a cirurgia. O processo de aplicação do laser elimina essa opacidade, restabelecendo a visão.

Estereofoto de Papilas

Exame que permite documentar as alterações no disco óptico ou papila. Através de fotografias é possível estudar forma, contornos, relevo, tamanho, coloração e escavação do disco óptico.

O exame é indicado  em pacientes com hipertensão ocular, glaucoma, edema de papila, papiledema, neurite óptica, pseudopapiledema ou tumores da cabeça do nervo óptico.

Como o exame é realizado?

São realizadas fotografias feitas com um retinógrafo. É necessário dilatação da pupila.

Iridotomia Yag laser

Exame realizado com laser Nd: Yag laser, onde é feito pequeno orifício na periferia da íris. Indicado em alguns de glaucoma (ângulo fechado), para evitar crises.

Como o exame é realizado?

É utilizada uma lente especial em contato com a córnea. É necessária a dilatação da pupila para melhor visualização da área opacificada.

O procedimento é rápido e feito somente com anestesia em gotas (colírios). É indolor e a recuperação também é rápida, sendo necessário usar colírio anti-inflamatório por 5 a 7 dias.

Gonioscopia

Exame indolor, feito com auxilio de uma lente específica, que avalia o espaço interno onde o liquido do olho (humor aquoso) é drenado. Esse exame auxilia no diagnóstico do glaucoma.

Mapeamento de retina

Exame da parte mais posterior do globo ocular. Onde é possível avaliar as artérias e veias, nervo óptico entre outras estruturas.

Nos pacientes diabéticos e Hipertensos esse exame deve ser realizado pelo menos 1 vez ao ano e contribui para a avaliação do controle clínico da doença.

Microscopia Especular da Córnea

Exame que quantifica e avalia a forma e tamanho das células do endotélio da córnea.

É importante no pré-operatório de cirurgias intraoculares, no acompanhamento de algumas doenças distróficas da córnea, em usuários de lentes de contato principalmente de longa data.

E também no acompanhamento pós-operatório de algumas cirurgias oculares (transplante de córnea, implante de LIOS fácicas).

PAM (Medida do Potencial de Acuidade Visual)

Exame onde através da projeção de letras no fundo do olho, conseguimos quantificar a acuidade visual em pacientes que apresentem alguma opacidade na córnea ou no cristalino que inviabiliza a medida pelos métodos usuais (tabela de Snellen).

Exame indolor, não invasivo , precisa de dilatação pupilar.

Paquimetria Ultrasônica

É a medida da espessura da córnea realizada através do exame de contato com o método ultrassônico ou com o método óptico o qual não requer contato.

Essas medidas são importantes no ajuste da pressão intra-ocular em pacientes portadores de glaucoma e também na programação da cirurgia de refrativa para correção do grau (miopia, hipermetropia e astigmatismo).

Pentacam

O Pentacam, tomógrafo de coerência óptica,  tem a função de fazer o mapeamento completo da córnea: curvatura, espessura e elevações, além de medir a profundidade da câmara anterior e diâmetro corneano e fornecer imagem tomográfica do segmento anterior.

O Pentacam é indicado em candidatos à cirurgia refrativa, cirurgia de catarata, avaliação do cristalino, glaucoma, córnea, ceratocone e qualquer alteração que acometa a parte anterior do olho.

Teste de acuidade visual

Exame que mede qual a capacidade de alcance da visão do paciente.

Teste de Ishihara

Teste utilizado para avaliar distúrbios na percepção de cores (daltonismo). Rápido, simples e indolor e não é necessário dilatação das pupilas.

As indicações seriam: Daltonismo, doenças do nervo óptico, doenças maculares adquiridas.

Teste de lentes de contato

Teste realizado para avaliar a possibilidade de uso de lentes de contato para a correção de grau de miopia, hipermetropia e astigmatismo, doenças corneanas (ceratocone, etc) bem como, uso de lentes coloridas para fim estético através de uma variedade de opções.

Também é possível o teste de monovisão e lentes de contato multifocais, em pacientes com dificuldade de leitura também para perto. Neste tipo de adaptação as lentes compensam a visão tanto de longe como para perto, dando mais liberdade ao paciente.

Nesta adaptação é importante avaliarmos não somente o grau propriamente dito, mas também a mobilidade da lente de contato e a tolerância por parte do paciente.

Teste do Rosa Bengala

Através da instilação de um corante especial (Rosa Bengala) no olho do paciente é possível avaliar o grau de comprometimento das células da superfície da córnea e da conjuntiva. Dependendo da extensão da superfície do olho corada, podemos quantificar e avaliar a extensão do olho seco.

Teste de Schirmer

É um teste utilizado para determinar se um olho produz quantidade suficiente de lágrima para mantê-lo lubrificado. O teste não apresenta nenhum risco para o paciente e é indolor.

Através de um tira específica de filtro de papel é medida a extensão do papel que ficou úmida. Um resultado negativo (maior que 10 mm de umidade no papel filtro em 5 minutos) é normal.

É indicado em casos de suspeita de Olho Seco.

Teste de Sobrecarga Hídrica

Após a ingestão de 1 litro de água, são feitas várias medidas da pressão intraocular do paciente.

É indicado em alguns casos para acompanhamento ou complementação diagnóstica do glaucoma.

Tonometria de Aplanação

Exame que mede a pressão do globo ocular. É muito importante no diagnóstico e acompanhamento do glaucoma, que é uma doença grave, que pode levar a cegueira.

Topografia (ceratoscopia) Computadorizada da Córnea

Exame que avalia as curvaturas da parte anterior do olho. Esse exame é essencial na indicação da cirurgia para correção da miopia, bem como para o diagnóstico de doenças que causem irregularidades da córnea, como o ceratocone. Além de permitir o acompanhamento da progressão desta doença.

UBM Biomicrospcopia Ultrasônica

Exame ultrassonográfico de alta resolução para avaliar as estruturas anteriores do globo ocular. Permite visualizar detalhes da córnea, íris, ângulo iridocorneano e cristalino.

Visante OCT

Também conhecido como Tomografia de coerência óptica computadorizada de segmento anterior.

Importante para produzir imagens do segmento anterior do olho em altíssima resolução. É um exame de não contato por isso possibilita fornecer imagens nítidas e muito detalhadas. Permite avaliar dados como a forma da córnea e do ângulo da câmara anterior.

É indicado alguns paciente no pré e pós operatórios para a cirurgia refrativa, transplante de córnea, glaucoma, retina e implantes de lentes intra-oculares.